Cervejaria Bohemia


segunda-feira, novembro 27, 2017



Uma vez em Petrópolis, quis otimizar nosso passeio e conhecer todos os pontos turisticos que a cidade cerrana nos oferece. Um dia de passeio é suficiente para curtir a cidade, mas dormir por lá seria a cereja do bolo !

Deixamos a cervejaria por último, de propósito, para podermos beber sem pressa e compromisso ! A cervejaria foi fundada por um alemão, Henrique Kremer em 1853 e, durante o tour pode-se ver muitas fotos da família.

Acima os horários de abertura e atendimento ao público. 


Desde a entrada, tudo é muito interativo. A visita é dividida em duas partes, a primeira fala sobre as origens da cevada e todas as etapas na história até chegar à cerveja. Na segunda parte, a visita passa a ser guiada, percorrendo antigas instalações da fábrica, mostrando fotos de época, maquinários, garrafas e rótulos de todas as Bohemias que já existiram e até as tampas das garrafas.



Alguns rótulos 



Olha que lindeza essas tampinhas antigas 

Equipamentos e máquinas usadas na época da fundação e fotos de momentos importantes para a família alemã

olha aí onde a cerveja é fermentada.



Para mim, a melhor parte do passeio é esse aí de cima, quando abrem uma pipa gigante e dentro tem essas duas torneiras para literalmente beber da fonte ! É o único chope Bohemia que existe. 


SAÚDE !!!



A decoração é linda !


No final do tour, parecido com "Magia Disney" que sempre termina em uma lojinha, aqui por acaso, termina dentro do bar !!! Delícia de bar, diga-se de passagem.




PALÁCIO QUITANDINHA - PETRÓPOLIS


segunda-feira, novembro 27, 2017


Palácio Quitandinha, sinônimo de luxo, riqueza e poder no pós Segunda Gerra Mundial. Foi construído como hotel e cassino, recebeu as mais aclamadas celebridades, políticos e empresários da época, hoje sua área social é administrada pelo SESC e o hotel virou apartamentos privados. Ao todo, eram mais de 400 quartos que, após a falência do hotel foram vendidos para particulares. Alguns compraram apenas 1 quarto e transformaram em quitinete  e outros compraram vários quartos transformando em grandes e confortáveis apartamentos. Por curiosidade, eu achei no Air BNB uma quitinete que fica no Palácio Quitandinha. 

Para vocês terem uma ideia da grandiosidade da obra, o hotel construiu um lago artificial em formato do mapa do Brasil com a intenção primeira de proteger o prédio no caso de um incêndio. Esse lago artificial recebeu areia da praia de Copacabana e ali fizeram uma praia na serra. Fotos da época mostram as pessoas tomando sol e se banhando no lago. 


Sala de Teatro super requintada até os dias atuais

Chão todo trabalhado com pedras e granitos importados 


Essa piscina foi uma revolução para a época, a sua forma lembra um piano de calda 

a mega gaiola com um jardim dentro dela 









Cozinha





A ENCANTADA - CASA DE SANTOS DUMONT


segunda-feira, maio 08, 2017



Quando estivemos em Petrópolis, coloquei na breve lista de lugares para conhecer, a casa que Santos Dumont desenhou e construiu para ser sua moradia de verão, já que a cidade do Rio de Janeiro ficava muito quente nessa estação do ano.

A casa foi construída em um terreno super ingrime ao  estilo chalé alpino e estrategicamente em frente ao hotel mais luxuoso da época, onde Santos Dumont fazia todas as suas refeições já que a sua casa não contava com uma  cozinha. Ao todo, o chalé possui 3 andares e um terraço. O primeiro andar era  reservado para a sua oficina e laboratório; o segundo andar era a sua sala, biblioteca e estúdio e no canto ficava a escada de acesso ao mezanino que lhe servia de quarto e ao banheiro. No canto direito do mezanino existe uma porta que dá acesso a uma perigosa escadinha que leva ao terraço onde Santos Dumont usava para fazer observações estelares.




Não tem como passar despercebida a escada em forma de raquete onde o primeiro degrau simplesmente te obriga a pisar sempre com o pé direito ao entrar em casa. Muito sábio ele  !!





Outro ponto de destaque no chalé é o chuveiro inventado por ele, feito com um balde, uma divisória no meio onde era colocado água quente de um lado e água fria do outro, um verdadeiro luxo para a época.

Escada que dá acesso ao terraço onde Santos Dumont fazia suas observações

Curiosidade: a casa se chama Encantada porque fica na rua do Encantado no morro dos Encantos. 
Dumont era um homem de hábitos simples, ele dormia em um colchão de solteiro que durante o dia ficava escondido atrás de uma porta e à noite ele colocava sob a escrivania do mezanino.
O chuveiro com divisórias para água quente e frias era aquecido a álcool.
Os móveis da casa foram feitos com a mesma madeira das paredes. 
A casa foi construída em 1918.

A casa é aberta à visitação de terça à domingo das 9:30 às 18 horas. A visitação é guiada e existe um pequeno documentário a respeito do seu proprietário que é passado antes de iniciar o passeio.


CASTELO DE SÃO JORGE

Europa
segunda-feira, maio 08, 2017


O Castelo de São Jorge foi construído sob uma das mais altas colinas da capital portuguesa. Ele data do século XI e foi construído pelos muçulmanos que haviam invadido a Península Ibérica 300 anos antes, lá pelos idos do século VIII. Com 8 séculos de histórias para contar, é sem dúvidas, uma das principais atrações de Lisboa. Construído a princípio como um forte de defesa da cidade dos ataques dos romanos, virou Paço real, palácio dos bispos e forte militar. O castelo leva o nome de São Jorge pois é o padroeiro do exército português e muitos soldados dedicam devoção a ele.




O Castelo tem preservado miradouros, jardins, canhões, estátuas  e torres que remontam da época em que era Paço Real. Antes de começar a visitação é legal dar uma boa olhada no mapa para não deixar nada sem ser visto.


Para conhecer todo o castelo leva-se em torno de 2h com tranquilidade e paradinhas para apreciar a vista, tomar uma bebida e fazer muitas fotos.

Lá dentro existe um restaurante com uma vista maravilhosa e mesas externas embaixo de árvores com uma música deliciosa e um clima perfeito para poder descansar um pouquinho da maratona de bateção de pernas pela cidade.


Olha que graça o carrinho que vende a bebida mais típica da cidade e que merece ser provada. Aproveite para pedir a Ginja na taça (paga à parte) e leve-a como souvenir. A Ginja é um licor produzido a partir da maceração de uma frutinha do mesmo nome muito parecida com a cereja e pode ser servida com uma fruta no fundo da taça ou sem nada. No nosso caso, eles não ofereceram a opção da fruta. Esse carrinho também vende alguns vinhos, estão todos climatizados na adega refrigerada. Um luxo no meio da rua !!!!






Uma boa dica é deixar para conhecer o Castelo no final do dia, quando o sol vai baixando e deixando tudo com uma cor dourada fantástica para fazer excelentes fotos. 




Uma última paradinha para apreciar o por do sol e descansar as pernas depois de um dia intenso.

Dica: pegue um táxi para subir até o castelo, é bem cansativa a subida e dentro do castelo você vai andar bastante, subir e descer escadas e vielas portanto, guarde fôlego para essa parte. No bairro ao redor do castelo existem vários bares e restaurantes com vistas maravilhosas da cidade. É bem complicado conseguir taxi para descer, mas descer é sempre mais fácil que subir, ainda bem !!

A entrada custa 3 euros e o castelo fica aberto diariamente das 9:00 às 18 horas.


Posts Populares

Curta a página

Por onde já passei