Porta-aviões USS YORKTOWN e FORT SUMTER

sexta-feira, janeiro 30, 2015

USS YORKTOWN
Esse porta-aviões foi usado na Segunda Guerra Mundial, durante a Guerra do Vietnã  e também na Guerra Civil Americana. Uma das suas últimas missões foi resgatar os astronautas do Apollo 8 e a cápsula do ônibus espacial no oceano no ano de 1968.
Percorrer esse navio é muito legal, faz a gente se sentir um pouquinho em missão. Refeitórios, banheiros, consultórios, dormitórios e salas de comando. São vários andares e o comprimento de mais de 200 metros faz com que a  gente canse. Pra fazer todo o passeio sem pressa e curtindo são necessárias pelo menos 2h.

Em 1970 aposentaram o navio e o rebocaram para Patriots Point Maritime Museum, em Charleston Harbor.
Submarino Guppy III que fica ao lado do navio. Fizemos uma visita a ele também, na verdade, está uma sucata inferrujada, mas cumpre com o papel de mostrar para as pessoas comuns como é passar um tempo num local tão claustrofóbico. Eu odiei e percebi que não tenho condições de ficar enclausurada e ainda por cima, embaixo d'água



Existem 2 museus dentro dele.O engraçado e que chamou a atenção das crianças, é que nesse museu tem a foto e dedicatória aos inventores do avião, que lógico são americanos, bem diferente do que a gente aprende na escola aqui no Brasil .





Existem 2 lanchonetes dentro do porta-aviões.

Bem, finalizando esse passeio já partimos para o próximo. O dia estava frio e garoando, pegamos um barco que leva uns 15 ou 20 minutos para fazer o percurso do porto até o FORT SUMTER. O ataque a esse fort foi o palco da primeira batalha  da Guerra Civil Americana que se iniciou com a abolição da escravatura por Abraham Lincoln e o povo sulista não concordou com essa medida provocando um conflito que se tornou o mais sangrento da história. O local foi todo reconstituído e de original não se encontra quase mais nada. 
No dia em que fizemos a visita havia muitas famílias com os filhos fazendo anotações em cadernos e com livros, como se estivessem fazendo pesquisa escolar. Achei muito bacana essa oportunidade de poder mostrar in loco o que nossos filhos geralmente só aprendem nos livros.





Foram feitos vários filmes a esse respeito e eu me lembro de ter assistido a alguns. Abraham Lincoln que eu já citei em outro post, Tempo de Glória, Deuses e Generais etc. Eu adoro esse tipo de filme e tenho vontade de assistir de novo pois agora terei uma outra visão a respeito de tudo já que pude conhecer pessoalmente esses locais.
A Guerra de Secessão foi o confronto mais sangrento da história dos Estados Unidos. Foram mais de 600 mil mortos durante os quatro anos de combate. A principal motivação foi a discórdia entre a burguesia industrial, concentrada no norte do país, que não aceitava a escravidão para as novas terras do Oeste americano, e a aristocracia do sulista, adepta a utilização do trabalho escravos e aumento de tarifas alfandegárias.


O passeio por lá é rápido. Existe um museu explicando a construção, a batalha e a recuperação do Fort bem como a sua importância para a história da região. Não lembro de ver algum restaurante ou lanchonete.

You Might Also Like

0 comentários

Posts Populares

Curta a página

Por onde já passei