SAVANNAH

quarta-feira, janeiro 28, 2015

Savannah na Geórgia EUA. São poucos os lugares em que já estive tão encantadores como Savannah. E ela chama atenção não só pela sua beleza, mas pela história, pelo clima e posição geográfica. Na verdade, eu queria uma casa vitoriana pra chamar de minha, de preferência aos arredores do Forsyth Park para poder fazer deliciosas caminhadas por ali e ver casais e mais casais de noivos fotografando na fonte e tendo como cenário aquelas lindas árvores cheias de musgos que são bem típicas da região. Forest Gump teve o seu banquinho por ali (hoje está bem guardadinho no museu).
A linda fonte que fica no meio do Forsyth Park e é o centro das atenções principalmente de casais de noivos e padrinhos fotografando ali



FORSYTH PARK


Fizemos essa viagem no feriado de Thanksgiving  quando o frio por ali é agradável, não chove e o nosso lindo Rei Sol brilha absoluto. Lugar de pessoas encantadoras, agradáveis, receptivas, enfim, o meu lugar.






Fazendo o tour pela cidade observamos que existem muitas casas de portas vermelhas, aí fui perguntar e existem duas versões a respeito disso: uns dizem que as portas vermelhas significavam que os proprietários estavam dispostos a oferecer hospedagem aos viajantes e a outra versão é de que as portas vermelhas eram sinal de que ali funcionava uma casa de prostituição. 
Em Savannah é tudo tão agradável que até passear no cemitério é bacana. Tudo tão lindo e perfeito que mais parece uma cidade cenográfica. Sem contar nos restaurantes maravilhosos e casas de doces que encontramos por lá.





 Alguns dos nossos passeios foram feitos com esse bondinho ali de cima. Ele passa por vários pontos da cidade e o nosso pegamos bem próximo ao hotel. Aliás, no hotel eles foram muito gentis nos dando todas as informações turísticas da cidade, marcaram no mapa o que seria mais interessante partindo da quantidade de dias que ficaríamos por ali e também nos indicaram onde poderíamos ter uma ceia de Thanksgiving inclusive ligando para alguns restaurantes e buscando reservas pois chegamos na tarde da celebração e não nos restava quase nada disponível.

Num determinado momento do passeio com o bondinho, paramos numa loja e adivinhem quem entrou? Forest Gump !! Com sua barra de chocolate nas mãos e sua malinha. Falou algumas coisas, sentou ao meu lado, divagou uns minutos e se foi, correndo como sempre !!!

 run Forest, run


A cabine telefônica lembrando que Savannah foi colonização britânica (a décima terceira e última colônia instalada nos EUA).

Depois de passear um monte de bondinho pegamos o nosso carro e fomos para um ponto bem famoso e hiper movimentado da cidade: RIVER STREET, lá onde tudo acontece, lojas, bares e restaurantes disputando a atenção dos turistas, com sua rua de pedra e construções graciosas. Sem contar as lojinhas de doces que fazem suas próprias balas escandalosamente deliciosas e os pralinês que espalham o seu perfume por todos os lugares e fica humanamente impossível não sair carregado de doces. Nós compramos tantos doces e afins que nos durou mais de 1 mês !!!!!!
Depois dessa overdose de glicose resolvemos fazer um passeio de barco que é  a sensação ali, mas um verdadeiro "engana turista" pois não tem nada pra ver durante o passeio, beeeeeem chato mesmo, nem as crianças curtiram.




o barquinho pega turista que nos pegou hahaha
 ah, pralinês, por que são tão gostosos ?


 Na dúvida, um de cada cor, por favor !!
 Não tem como não se encantar e ficar maluco sem saber o que escolher
o processo de fabricação de balas. São deliciosas !!!!


Por fim, jantamos ali mesmo na RIVER STREET numa cantina italiana maravilhosa com um garçom muito simpático que cativou a todos pela simpatia e ainda por cima, naquele dia você pedia o drink e ganhava a taça. Infelizmente, me esqueci de anotar o nome da cantina, mas fica bem em frente ao estacionamento na beira do rio lá embaixo no início da rua.


You Might Also Like

0 comentários

Posts Populares

Curta a página

Por onde já passei