PALÁCIO BELVEDERE - VIENA

austria
domingo, setembro 27, 2015

SCHLOSS BELVEDERE

O palácio foi construído como residência de verão para o Príncipe Eugenio de Saboya  no século XVIII e fica super bem localizado na cidade, era ao lado do nosso hotel e foi o primeiro ponto turístico que conhecemos na cidade, depois descemos para o centro a pé. Viena é uma cidade relativamente fácil de se locomover, os pontos e atrações ficam muito próximos e nem precisamos comprar os tickets de transporte da cidade. 
ALTO BELVEDERE

Para quem vai visitá-lo pensando em encontrar um Palácio moradia fica decepcionado. Os jardins são lindos, a arquitetura do alto Belvedere é imponente, mas o interior nada mais é do que um museu. Não irá encontrar quartos, banheiros, bibliotecas e cozinha. Mas a visita é fantástica pois o museu guarda obras barrocas e religiosas de grandes artistas desde a Idade Média até os dias atuais. Não é permitido fotografar, mas eu só posso dizer que ficamos encantados com tudo que vimos. Existem pinturas de 1130, livros sagrados com a mesma idade, esculturas sacras, enfim, um tesouro fantástico para quem gosta desse tipo de arte religiosa.
BAIXO BELVEDERE

São 3 andares de salas com exposições fixas e itinerantes. E acredito que o que mais chama atenção nesse palácio é o fato de abrigar a obra mais importante de Gustav Klimt, O BEIJO (clicando aí abrirá a página oficial do Palácio e lá você verá o quadro). Claro, não é permitido fotografar, mas garanto que vale a pena. No mesmo espaço estão espalhadas outras obras menos famosas do mesmo pintor e uma trajetória de sua carreira e crescimento artístico fica evidente.


 Essas pinturas dão a impressão de ser em 3D

Pinturas tão reais que saltam aos olhos



Jardins perfeitos e vista do Baixo Belvedere

JARDIM DOS FUNDOS

Espelho estrategicamente instalado na frente do Palácio para que possamos fazer nossas selfs com mais realidade rs





No nosso primeiro dia na cidade tivemos a impressão de que Viena parou no tempo e continua levando uma vida tranquila como era no século XVII !!!

Tivemos muito pouco tempo na cidade. Não por nossa culpa, mas por eu ter comprado a viagem de uma pessoa sem credibilidade que nos atrasou em 3 dias. Por causa disso, tivemos que conhecer Viena na correria, mas mesmo assim deu para ver muita coisa. Claro, ficou a sensação e o desejo de voltar, e refazer todos os pontos turísticos e muitos outros que não conhecemos com bastante tranquilidade.

Posts Populares

Curta a página

Por onde já passei