BUDAPESTE, PRMEIRO DIA - MATHIAS CHURCH - LADO BUDA

sexta-feira, maio 05, 2017



 Mathias Igreja

A data mais antiga que se tem notícias dessa igreja é de 1200. Em 1500 foi transformada em mesquita pelo domínio turco. Ao contrário de todas as igrejas católicas que já visitei pelo mundo, esta não leva o nome de um santo, mas sim de um Rei, Matias Corvino (não confundir com São Mathias o Apóstolo) que viveu no século XV e se casou duas vezes nessa igreja.



O imponente telhado colorido da Igreja Matias


A primeira construção dela foi em estilo medieval, porém sofreu vários ataques durante os séculos e a cada reconstrução mudaram um  pouquinho o estilo arquitetônico. Já serviu de mesquita durante o período otomano que durou 150 anos, por isso o telhado lembra muito as construções turcas. Aliás, Budapeste lembra muito a Turquia até mesmo nos condimentos dos alimentos.





Sabe a Sissi, que na Áustria foi Imperatriz? Pois é, na Hungria ela foi Rainha e sua coroação ocorreu exatamente nessa igreja


O interior da igreja é tão imponente quanto sua fachada. Possui muitos adornos folhados a ouro, paredes pintadas à mão, brasões e bandeiras reais. Esta é também a igreja oficial das coroações dos reis húngaros.




Essa escadaria leva à torre da Igreja e também acessa o Museu Eclesiástico da Arte com peças sagradas medievais, infelizmente, não é permitido fotografar. É bem apertadinho subir e dá até uma leve tontura, pois como é caracol subimos em círculos 




Vista do alto da Matias Church. De Buda para Peste !!!

A igreja realmente é muito linda. Sua última reforma ocorreu no século XIX e foi de consenso deixar marcada as principais influências ocorridas durante o tempo, detalhes turcos, barrocos e medievais.
É cobrada entrada. As filas são grandes e demoradas para comprar ingressos e não aceitam dólares. A visita sem pressa dura em torno de 1h.



You Might Also Like

0 comentários

Posts Populares

Curta a página

Por onde já passei