LISBOA SUA LINDA !! QUE BOM TE VER

domingo, maio 07, 2017


Que delícia percorrer as ruas da Alfama, a rua do Ouro, entrar nas lojinhas, olhar as vitrines!! Lisboa é uma cidade em que andar a pé é essencial para poder se familiarizar com todos os detalhes que a cidade nos reserva. Um encanto de capital. No final dessa rua, a Augusta, está a Praça do Comércio debruçada sobre o rio Tejo que até parece o mar, lá na Baixa da cidade !


Elevador Santa Justa no final da Rua do Ouro


Bem que tentamos subir no elevador mais famoso da Europa, mas o sistema ali funciona em slow motion e eu sou um pouco sem paciência com filas demoradas. Fica para a próxima visita à cidade. Então, passamos para a próxima atração: a Praça do Comércio.


Portal da entrada da Rua do Comércio

RIO TEJO


Sabia que essa ponte já foi postada em uma revista de uma companhia aérea brasileira dizendo se tratar da ponte de San Francisco na Califórnia? Realmente, elas são bem parecidas e eu mesma só não confundi porque as minhas fotos de Lisboa e de San Francisco estão em pastas distintas!!!

Monumento da Praça do Comércio em homenagem ao Rei Dom José I

A praça do Comércio possui um portal fantástico feito em mármore branco e é uma das maiores praças da Europa. No passado, ali era uma praia, mas daí Dom Manuel I resolveu construir sua humilde casinha e levar toda a família Real para a beira do rio com o propósito de respirar ar puro e ter uma linda vista da janela enquanto apreciava um bom vinho português, e  acabou com a festa dos frequentadores da praia. No lugar da areia fez esse piso aí e virou local de festas e mais festas no século XVI. A casinha se chama Palácio da Ribeira e a Praça passou a se chamar Terreiro do Paço. Hoje em dia, a praça está repleta de cafés e restaurantes. Tomamos a primeira cerveja do dia ali, apreciando o Tejo !


Vai pra onde?


Sem dúvida alguma, o quitute mais disputado, comentado, aclamado e comprado de Lisboa é o tal de pastelzinho de Belém. Se é bom?!!! Yessss, muiiiiiiiiito bom !! Merece a fama que tem, sim senhor ! Olha a frente da loja, lotada de pessoas disputando a tapa um pequeno pastel, mas a dica é, entre, ache uma mesa nesse labirinto de pastelaria que, acredito eu, foi ampliando conforme a demanda e por isso existem vários cômodos pra gente se perder horrores, sente-se e peça várias outras comidinhas além dos famosinhos pastéis. Pra quem não sabe, a pastelaria fica a 1 quadra do Mosteiro dos Jerônimos, perto do Padrão do Descobrimento e mais ou menos perto da Torre de Belém.


MOSTEIRO DOS JERÔNIMOS

O Mosteiro foi um pedido do rei D. Manuel I e levou 100 anos para ser concluído. O início das suas obras datam de 1501 e, por ano, Dom Manuel investia cerca de 70 kg de ouro provenientes dos seus negócios com a África e o Oriente, na construção. A sua fachada de mais de 300 metros horizontais foi construída em calcário de lioz, material que era retirado bem perto dali, na Ajuda. O Mosteiro é reconhecido como uma das mais lindas e importantes obras da arquitetura manuelina com traços muito fortes do gótico do final do Renascentismo.

Na capela lateral sul estão os túmulos de Camões (acima), Vasco da Gama, João de Deus entre outras figuras importantes para o país.





Pátio interno do mosteiro


Refeitório dos monges

Altar principal 

You Might Also Like

0 comentários

Posts Populares

Curta a página

Por onde já passei